Comentário

VEREADORES DE TARAUACÁ PARTICIPAM DE ATO CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA


Milhares de pessoas participaram da paralisação contra a Reforma da Previdência, em Tarauacá. Estudantes, servidores municipais, estaduais e trabalhadores de outras categorias se concentraram na frente da Escola Municipal José Augusto de Araújo na última quarta-feira, 15. A  mobilização desta vez, contou com a participação dos vereadores Antônio Araújo, Radamés Leite, Valdor do Ó, Cacique Nasso, Raquel de Sousa, Janaína Furtado, Neirimar Lima, Diogenes Fernandes, Ezi Aragão, o Presidente Carlos Tadeu, além do vereador e coordenador do manifesto, realizado pelo SINTEAC, Lauro Benigno. A decisão de aderir ao movimento foi tomada por unanimidade, na sessão da última terça-feira, 14. 



O que diz a PEC 287

A proposta de emenda à Constituição (PEC) 287, encaminhada ao Congresso Nacional pelo governo Michel Temer para equilibrar as finanças da União estipula, entre outras coisas, mudanças na concessão do benefício. 



O governo pretende fixar idade mínima de 65 anos para requerer aposentadoria e elevar o tempo mínimo de contribuição de 15 anos para 25 anos. Atualmente, não há uma idade mínima para o trabalhador se aposentar. Pelas regras em vigor, é possível pedir a aposentadoria com 30 anos de contribuição, no caso das mulheres, e 35 anos no caso dos homens. 


 O projeto da reforma tramita desde dezembro do ano passado no Congresso. A mobilização desta quarta-feira é uma forma de protestar contra a reforma e será encabeçada por várias categorias em todo o País.




Assessoria da Câmara de Tarauacá

COMPARTILHE:

    Comentário do Blogger